Alta performance de vida: O que é, e como começar?

Alta Performance de vida familia feliz na praia

Olá, como você está? Fernando Trevisan por aqui!

E se você faz parte de algum contexto profissional, certamente você já “tropeçou” no termo alta performance, correto?!

Estamos o tempo todo falando sobre alta performance no trabalho, nos negócios, e também de carreira – a sensação é que tudo hoje gira ao redor deste mesmo termo.

Mas o que acontece se você mudar o seu olhar, e tirar foco destes modelos já conhecidos de alta performance para prestar atenção onde a alta performance pode realmente ser construída? Parece interessante?

É sobre isso que nós vamos falar neste material sobre alta performance de vida, e como você transforma a si próprio em uma fonte de performance com alto rendimento.

Vamos conversar!

O que é alta performance de vida?

corredor buscando alta performance na pista

Pois bem, vamos desvendar essa coisa sobre alta performance, começando por entender o que significa este termo tão popular.

Alta performance significa você se tornar continuamente melhor.

Originalmente nós trazemos isso para o universo de negócios e empresas, que é um universo mais numérico, percentual, onde a performance e os resultados já são medidos normalmente.

Porém, você pode determinar que quer trazer os conceitos de alta performance para a sua vida pessoal, e para todas as áreas da sua vida, se tornando uma pessoa de performance excelente como um padrão, e não apenas no âmbito profissional.

Isso é positivo – afinal nós temos uma capacidade enorme de nos tornarmos melhores.

Costumamos dizer que o ser humano já é uma máquina muito bem projetada – mas garantir a sua manutenção também lhe confere uma performance excelente.

E aqui está um ponto importante: garantir a nossa manutenção.

Quando falamos de manutenção pessoal de performance, estamos abrindo um leque que não engloba apenas os processos tradicionais da alta performance, que são a medição e melhoria – mas também consideramos a melhoria da nossa qualidade de vida como fator de melhoria de performance.

Ou seja, quando a pessoa se cuida, ela se torna mais preparada e apta para ter uma performance melhor – e isso acaba envolvendo muitos outros aspectos indiretos, mas que estão ligados com a sua capacidade de performar melhor.

Então vamos dar uma olhada no que podemos considerar como os primeiros passos para essa alta performance.

Primeiros passos para a alta performance de vida

mulher concentrada em conversa profissional de alta performance

Portanto, a alta performance de vida começa quando nós paramos de ignorar pequenos problemas.

E este, por si só, é um aspecto que pode transformar completamente a sua relação com resultados.

Imagine que você tem um carro, e deseja que este carro esteja em sua mais perfeita performance.

Pois bem: quando você começa a olhar para a sua vida, e trata a sua vida como este veículo que precisa estar impecável, você para de esconder sujeira por baixo do tapete, e começa a ter um olhar mais cuidadoso sobre a sua saúde, e outros aspectos que influenciam seus resultados.

E isso acaba se tornando um ciclo, afinal, quanto mais você melhora os seus processos internos, mais problemas e demandas emocionais você resolve, e passa a ter mais atenção e disposição para lidar com as demandas do dia a dia, tendo uma performance melhor.

Portanto, alta performance de vida faz todo o sentido, e é parte de um processo de melhoria que vai impactar todas as áreas da sua vida.

É o momento em que você olha embaixo da sua própria pia, e diz “ei, está na hora de consertar este cano que está vasando há 4 anos!”.

E por mais estranha que esta metáfora possa parecer, é exatamente este o nosso trabalho inicial:

Olhar para as coisas que nós poderíamos resolver rapidamente, mas não resolvemos, e que por não resolvermos, elas acabam se tornando vazamentos emocionais.

Cuidando dos vazamentos emocionais

homem próximo ao mar pensativo sobre suas emoções negativas

Vale a pena nós entrarmos um pouquinho mais fundo neste aspecto da alta performance de vida.

  • Olhe para a sua vida agora, e pense rapidamente em 3 ou 4 tarefas simples que você está adiando a muito tempo.

Pensou? Ótimo!

E não tem como escapar, certo: todos nós temos estas tarefas em mente!

Então são coisas pequenas, como marcar aquele médico, ligar no banco para resolver tal problema, ir no cartório resolver x, y ou z, ligar para aquela pessoa que não vemos faz tempo, endireitar aquele quadro em casa, ou colocar aquele prego, ou passar na oficina para averiguar aquele barulhinho chato do carro:

São coisas pequenas demais para perder tempo, mas o fato de você tropeçar nessas coisinhas todos os dias faz com que elas se tornem grandes coisas – e não em tamanho, mas sim em custo.

E para ilustrar isso, vamos falar de dinheiro, que o exemplo ficará mais nítido.

Você tem um serviço de banco que precisa cancelar, mas sempre esquece – e o custo é baixo: são 4 reais por mês… e você não quer perder este tempo.

Contudo, sempre que vê este débito na conta, pensa em cancelar.

Ao final de um ano, você empregou quase 50 reais neste serviço que não usa, e financeiramente nem parece tanto… mas se você pensar que você tem outros 19 eventos na sua vida custando 4 reais por mês, o valor anual sobe para quase um mil reais.

E mais do que isso: talvez ainda não seja sobre o valor… mas que diferença este dinheiro faria na vida de muitas pessoas, se você parasse para cancelar essas pendências, e doa-se para uma instituição de caridade da sua preferência.

Percebe a diferença agora?

Não é apenas o valor, mas o valor acumulado é bem considerável.

Transformações de vida

mulher vivendo uma experiência maravilhosa ao meio de um festival de bolhas

Este exemplo, em que acabamos nos alongando, faz muito sentido – e é uma parcela pequena, dentro de toda uma gama de possibilidades de ajustes que você pode fazer para de fato começar a viver uma vida com alta performance.

  • E com isso nós falamos da perda de performance, mas também da perda de oportunidades de ser melhor.

O que nós usamos na Signa, por exemplo, para ajudar as pessoas a viver em alta performance imediatamente após os nossos treinamentos é gerar transformações de vida realmente impactantes, e muito equilíbrio emocional na vida.

E os resultados disso são enormes – realmente difíceis de medir em percentuais.

Especialmente porque não estamos falando de transformação racional – mas sim mudanças na sua estrutura emocional.

Imagine, por exemplo, uma pessoa que tem grandes resultados na vida, porém uma relação emocional ruim com o pai, e que continua vívida na sua estrutura emocional. Agora, imagine a cara dessa pessoa, quando você consegue ajuda-la a perceber que é justamente por causa deste pai que ela já opera em alta performance na vida – afinal, é pelos exemplos ruins do pai que ela soube o que não fazer, e por isso teve sucesso.

Para esta pessoa, que acaba de desconectar uma âncora emocional gigantesca que o estava atrasando, acordar sem este peso no peito faz com que a vida, a partir daquele momento, seja uma experiência completamente nova.

E é claro que cada pessoa viverá a sua própria transformação – mas o fato é que quando você gera impactos positivos no sistema emocional das pessoas, a alta performance e as mudanças acontecem de forma muito rápida.

Eu gosto da metáfora de que essa pessoa é um navio forte com uma âncora – e que por ser forte, conseguia move-la. Sem a ancora então, agora a vida não tem limites.

Onde você deve olhar

homem olhando seu reflexo na janela meditando sobre si

Portanto, de verdade, este é o assunto da minha vida, e está diretamente relacionado com o que eu faço como meu trabalho e minha missão de vida.

Costumo comentar um pouco disso no meu Instagram – então também fica a dica de seguir o meu perfil por lá!

Mas eu gostaria de acrescentar que o primeiro lugar que você precisa olhar para começar a criar uma cultura pessoal de alta performance é para dentro: olhe para as suas emoções.

Quando você começa a determinar o que existe na sua vida para te trazer felicidade e realização, você consegue sair de um limbo de confusão, para focar naquilo que te faz bem.

E quando as suas fichas são depositadas onde você se sente bem, é como o espinafre para o Popeye (desculpe a referência meio antiga): é um aditivo, combustível de avião para a Ferrari que você é.

Portanto, é aceitar essa posição, de ser uma Ferrari da própria vida, e especialmente de parar de aceitar corridinhas de Uber na sua Ferrari, por simples questões de amarras emocionais.

Você não foi feito para o pequeno – e a sua capacidade de ter alta performance de vida é uma prova disso.

E talvez você não consiga olhar para suas emoções, agora e sozinho – mas tente algo pequeno: faça algo pela sua saúde. você vai perceber como a transformação é instantânea.

Afinal, quando você permite se cuidar, você se torna mais disposto, e toma decisões mais fáceis, porque as funções cognitivas do corpo estão mais preparadas.

  • É científico: pessoas sedentárias ficam influenciadas por um ciclo ruim emocional, que leva a decisões ruins.

Eu quero que você tenha decisões melhores, certo?!

Então já vou deixar a recomendação para você continuar a leitura no nosso artigo “Crescimento pessoal não é para todo mundo”.

Nos vemos por lá – porque o mundo melhor começa por você!

Um abraço,

Fernando Trevisan

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.